Principal » Artigos » Como anda o setor automotivo Gaúcho?

Como anda o setor automotivo Gaúcho?

0 Flares 0 Flares ×

Rafael Galante para EG

Rafael Galante

Rafael Galante

Com mais de 18,88 mil carros vendidos em setembro, no Rio Grande do Sul, as vendas registraram crescimento nas vendas de 14,3% sobre o mês passado, quando tivemos 16,5 mil carros vendidos, em agosto. O resultado deste mês é o segundo maior volume de vendas do ano, perdendo apenas para o mês de janeiro quando houve a comercialização de com 19,4 mil carros vendidos, lembrando aqui, que o volume de vendas em janeiro era motivado por carros “antigos” sem os novos itens de segurança, obrigatórios para este ano.

Ao compararmos o atual volume de vendas sobre igual período do ano passado (setembro/2013) registramos queda nas vendas de -11,1%, onde tivemos naquele mês 21,2 mil carros vendidos. No acumulado deste ano, o estado registra pouco mais de 158 mil carros vendidos, contra 176 mil sobre o acumulado de janeiro a setembro do ano passado, queda de -10,3%.

Apesar da queda nas vendas, no Rio Grande do Sul, superior a -10%, notamos que o faturamento do setor teve desempenho “menos ruim”! Ao levantamos todos os carros comercializados no estado, estimamos que houve a venda de R$ 7,373 bilhões, contra um faturamento do ano passado, na ordem de R$ 7,786 bilhões. Retração de -5,3%, ou diminuição no volume de vendas de R$ 412,73 milhões neste ano.

Está foi a perda financeira que o estado está registrando neste ano!

Esse faturamento do setor, ligeiramente melhor (??) do que o volume de vendas é explicado pelo aumento do preço dos veículos. No ano passado, o carro médio comercializado no RS era de R$ 45,121 mil, contra R$ 47,741 mil deste ano. Aumento de 5,81%. Somente neste ano, o preço médio dos veículos 6%. Em janeiro era de 46,154 mil e em agosto atingiu o seu maior patamar, onde o carro médio vendido foi de quase R$ 49 mil.

Essa diferença é explicada, pois em janeiro tivemos uma procura muito grande pelos veículos produzidos no ano passado, àqueles que ainda não tinham os itens de segurança obrigatórios (ABS, Airbag) e consequentemente eram os mais baratos. Por isso, neste mês de setembro, o segundo melhor mês em vendas foi o melhor no quesito faturamento. Em janeiro foram R$ 888,4 milhões de carros vendidos, já em setembro foram R$ 903,8 milhões de veículos emplacados. Crescimento de 1,7%.

 

1

 

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

"15 minutos e você bem informado"

9 de outubro de 2014 Escrito por: Empresas Gaúchas
Parceiros Empresas Gaúchas
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 0 Flares ×