Principal » Notícias » Cresce uso de equipamentos inteligentes na construção civil

Cresce uso de equipamentos inteligentes na construção civil

0 Flares 0 Flares ×

O emprego de novas tecnologias nos canteiros de obras ajuda a reduzir acidentes de trabalho e aumenta possibilidade de comercialização de empreendimentos

 

258873_522664_guilherme_gargioni__2__web_O uso de equipamentos inteligentes nos canteiros de obras começa a ser uma realidade em todo o mundo. O emprego de novas tecnologias na construção civil é maior em países como Estados Unidos, Japão e Inglaterra. No Brasil este processo é mais lento, tendo em vista a alta carga tributária para a importação dos equipamentos, mas já começa a fazer parte de nossa realidade.

Uma das etapas mais arriscadas da construção civil, a demolição, é uma atividade onde a utilização de robôs tem se mostrado útil, pois os equipamentos são manipulados por controle remoto, garantindo a segurança da operação e preservando a integridade dos trabalhadores. Os equipamentos robotizados para demolição são desenvolvidos para atender as mais diversas situações, tendo ferramentas apropriadas para realizar as tarefas em áreas internas e externas.

Expositora da 18ª Construsul e 10ª ExpoMáquinas, a Husqvarna investe em robôs de demolição. Sua fabricação desse tipo de equipamento teve início em 2008, com a máquina DXR 310, máquina versátil tanto para a indústria de construção quanto para a de processamento. Hoje, também é disponibilizado o DXR 140, equipamento especialmente desenvolvido para trabalhos de demolição em espaços restritos, nos quais o trabalho exige uma máquina manobrável e compacta com alta demanda de eficácia de demolição.

O responsável técnico da linha de demolição e equipamentos pesados da empresa, Robson Lima, salienta que a utilização dos robôs ajuda a reduzir o risco das operações de demolição, especialmente em casos onde existe a possibilidade de ocorrer queda de material ou fazer calor extremo.

Entre as principais vantagens para o uso do robô está a possibilidade de efetuar demolições controladas em locais de confinamento, já que a máquina pode passar por uma porta ou até mesmo subir escadas.

– Os equipamentos são totalmente comandados por controle remoto via Bluetooth, o que permite ao operador manter distância dos locais de risco – diz Lima.

A outra tecnologia presente nas obras é o uso de Drones que permitem a observar melhor o andamento da construção de empreendimentos. As imagens aéreas capturadas pelos equipamentos ajudam as construtoras no acompanhamento das obras e nas vendas para os clientes, onde apresentam um grande impacto. Além disso, pode chegar a lugares que oferecem risco ao ser humano, possibilitando a redução dos índices de acidentes de trabalho. Outro benefício é a redução de custos. O acompanhamento da obra de vários ângulos por meio de drones dispensa o aluguel de aeronaves que antes eram contratadas para fazer as imagens aéreas das obras.

Em Curitiba, no Paraná, o uso dos drones já é frequente no auxílio das vendas imobiliárias. As fotos e vídeos aéreos dos empreendimentos em construção são publicados no site das incorporadoras e atualizados periodicamente. Dessa forma, o comprador pode visualizar o entorno do edifício e conferir cada andar com bastante fidelidade.

Em uma etapa anterior, as empresas utilizam os drones para pesquisar terrenos e estudar o seu potencial para a construção de empreendimentos imobiliários. As imagens permitem ainda estudar aspectos técnicos, como a insolação do local em cada horário, que irão impactar diretamente no projeto de arquitetura e na definição da implantação das unidades.

Joinville, em Santa Catarina, é outra cidade onde o uso dos drones está se tornando comum. O veículo aéreo guiado por controle remoto já faz parte do visual de prédios em construção no município, retratando ângulos novos de cada projeto, que possibilitam a coleta de dados estratégicos.

O drone se originou do aeromodelismo. Com uma tecnologia inicialmente utilizada para fins militares, o equipamento foi se popularizando devagar, sendo utilizados na indústria cinematográfica e nas transmissões esportivas. Desde 2008, tornaram-se uma peça fundamental na construção civil nos Estados Unidos e Europa.

O Brasil é um centro emergente de pesquisa, fabricação e utilização de drones. Aqui estão 15 das 44 indústrias de drones da América Latina, fabricando modelos que servem especificamente para a captura de imagens e estudos de área, e outros mais avançados, com aplicação mais voltada para a engenharia. Há ainda equipamentos para análises territoriais, como topografias de referenciamento, mapeamentos em alta definição e elaboração de modelagens em 3D.

Informações para a Imprensa:

Sobre a Construsul e ExpoMáquinas

A Construsul é o segundo maior encontro de construção civil do País e o maior da Região Sul, onde se reúnem as indústrias, o varejo, compradores, construtores, lojistas, engenheiros, arquitetos, entidades setoriais, representantes de governo e a imprensa. Todos, com a proposta de sinalizar o desenvolvimento do setor. O evento recebe hoje as maiores empresas do segmento, mostrando além de sua credibilidade, o elevado grau de desenvolvimento que atingiu. Paralelamente acontece a ExpoMáquinas, maior exposição da Região Sul de Máquinas e Equipamentos para Construção. A Feira Internacional da Construção ocorre entre os dias 05 e 08 de agosto na Fenac, em Novo Hamburgo, RS.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

Empresas Gaúchas

"15 minutos e você bem informado"

30 de julho de 2015 Escrito por: Empresas Gaúchas
Parceiros Empresas Gaúchas
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 0 Flares ×