Principal » Artigos » A flexibilização do amor

A flexibilização do amor

0 Flares 0 Flares ×

Por Karen Cunha

Algumas palavras se tornam o jargão de uma época, anteontem se falava em ‘reinvenção’, ontem a palavra era ‘disrupção’ hoje em ‘flexibilização’.

Tantos substantivos rimados na cadência da ação me fez pensar nesse jovem ancião que comemorou seu 79º aniversário na Unidade de Cuidados Especiais do HED. Portador de uma patologia neurológica, mas sem perder a lisura, o ‘galã’ como foi carinhosamente apelidado pelo time de enfermagem, acabou contaminado pelo COVID19, quando a alta já tinha data contada. Não se passaram muitos dias para vê-lo sendo levado às pressas já entubado para a UTI.

Haveria algum culpado, alguma negligência, uma queixa sequer- não, qualquer um, talvez todos tivéssemos ou ainda teremos o tal vírus. Porém em um Decreto nada convencional e de profunda humanidade, deu-se a tal flexibilização, talvez a mais útil em momentos de pandemia, quando as cortinas se fecham e não haverá mais aplausos, as portas não abrem e as visitas não são mais permitidas e as pálpebras cerram em sinal de luto. Um médico, Felipe Breda aponta o tablet para o paciente enquanto do lado de cá as filhas tem a oportunidade de mais um encontro virtual, o carinho das mãos acariciando os cabelos na voz da filha são acompanhadas pela mão do médico no paciente, o aperto carinhoso da mão que segura a mão do jovem senhor é a do médico, sintonizando a vontade da outra filha, a terceira ainda pede que ao aproximar o aparelho palavras de amor possam ser flexibilizadas através da internet.

Enquanto o vírus da morte se espalha, alguns seres profundamente especiais espalham a vida em meio ao caos.

Quem não tem medo de morrer sozinho, sem o afago na fronte, sem a mão confiante que o segure. Quem não tem medo de que aquele que te segurou pelas mãos enquanto crescia, que mergulhou os dedos nos longos cabelos de meninas ao retornar do trabalho parta sozinho em um isolamento na UTI.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 0 Flares ×
21 de maio de 2020 Escrito por: karen cunha
Parceiros Empresas Gaúchas
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 0 Flares ×