Principal » Notícias » Investidores globais buscam projetos viáveis em Porto Alegre

Investidores globais buscam projetos viáveis em Porto Alegre

0 Flares 0 Flares ×

acpaDurante o café da manhã realizado nesta quarta-feira, 22, na Associação Comercial de Porto Alegre (ACPA) foram anunciados os novos sócios gaúchos da representação da Global Connecta no Brasil para diretores da entidade e convidados. Além de William Trentini, com experiência na indústria de serviços financeiros e de empreendimentos variados, passam a ser sócios Mateus Barros Gomes, especialista em estruturação de negócios e fundos de investimentos, e Pedro Menegat, especialista em estruturação e viabilização de projetos de desenvolvimento econômico e social.
A Global Connecta é uma rede mundial independente de escritórios de investidores de famílias, com base na Inglaterra, criada em 2012. Reúne empresários e investidores de todo o mundo, tendo como parceira a G9 Private Office. A base gaúcha fará uma pré-triagem dos bons projetos para encaminhá-los para a G9 Private Office, principalmente startups.
Os investidores estão localizados principalmente da Europa, com muito interesse no Brasil. Nos dias 18 e 19 de outubro acontece em Porto Alegre as primeiras reuniões da representação da Global Connecta no Brasil para aproximar investidores mundiais de bons projetos.
Segundo Stephen Fern, inglês, chairman Global e sócio co-fundador do G9 Private Office, palestrante no café da manhã no Palácio do Comércio, a proposta da G9 é movimentar o capital privativo entre famílias do mundo inteiro através de uma plataforma financeira G9 eXchange (G9X) simples, funcional e segura. “Essa parceria de negócios globais compartilha novas ideias de projetos e envolve potenciais investidores e facilitadores.”
Um momento definitivo para os investidores de famílias é a crise financeira mundial de 2008, conforme Stephen Fern. “Muitas famílias perderam a confiança no sistema financeiro. Elas perceberam que não era o ideal simplesmente repassar sua riqueza para um gestor de fundos. As famílias optaram por formar uma rede estabelecida de negócios com outras famílias de diversas partes do mundo. Então, descobrimos grupos de famílias de diversos países com um relacionamento que se tornou próximo através da rede criada pela G9. É inteligente fazer negócio baseado no conhecimento dos parceiros locais. Se as pessoas da região não acreditam no projeto, não vai adiante.”
Outro palestrante foi Benno Raeber, suíço, vice-presidente da G9 Private Office, advogado que se define como Conselheiro de Família. “Somos embaixadores em múltiplas regiões. Não somos os banqueiros e advogados das famílias, mas trabalhamos com os advogados e banqueiros para integrar essas famílias.”
A G9 oferece ainda o Global Clube da Próxima Geração onde une filhos e netos das famílias envolvidas para mostrar como funciona o sistema financeiro. E dá suporte às famílias através de planejamentos e recursos, gestão e análise de riscos jurídicos.

Fonte: Federasul

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 0 Flares ×
24 de junho de 2016 Escrito por: Kathy Cunha
Parceiros Empresas Gaúchas
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 0 Flares ×