Principal » Artigos » Liderança engajada: garantia de funcionários motivados

Liderança engajada: garantia de funcionários motivados

0 Flares 0 Flares ×

Por Tatiana Molini

De acordo com a pesquisa do site Love Mondays de janeiro de 2015, o item ‘melhorar a comunicação com os funcionários’ aparece como segundo conselho mais dado aos líderes pelos entrevistados. É claro que esse dilema não se estende (e nem deve se estender) exclusivamente para a área de Comunicação Interna, pois não há canais, campanhas ou ações que resolvam problemas de falta de comunicação face a face e escassez de diálogo entre líder e liderado.

Esse dado aponta para uma interessante e real necessidade de que é preciso que gestores estejam alinhados com suas equipes e que ainda não há melhor forma para isso do que o diálogo franco e esclarecedor entre as partes, o que requer falar e ouvir com atenção o que cada um tem para contribuir. Caso se trate de uma instituição em que até então o diálogo não faz parte da cultura organizacional, é preciso que aja um trabalho prévio entre as áreas de RH e Comunicação Interna com as lideranças para a implantação de ações que estimulem essa interlocução até que se visualize uma mudança cultural.

Na contramão das empresas que não se deram conta da importância estratégica da comunicação, principalmente da interna, empresas como o Magazine Luiza mostram como aplicam em seu dia a dia o mote, por vezes clichê, ‘as pessoas em primeiro lugar”. Essa semana, mais precisamente no dia 11, saiu no Valor Econômico matéria que ilustra bem como o fato da rede de varejo nunca descuidar da comunicação com os funcionários, desde a inauguração da primeira loja [há 58 anos], até seu atual momento com 756 lojas, faz da rede um caso de sucesso que se traduz em resultados palpáveis: faturamento de R$ 11,5 bilhões em 2014, crescimento de 18,7% em relação a 2013 e mais do que o dobro de 2010.

Pode-se dizer que a conquista de resultados positivos se deve ao uso de 11 diferentes canais de comunicação com empregados ou a disseminação de valores e metas por tais canais. Contudo, o que mais chama a atenção é o envolvimento e disponibilidade da própria presidente que uma vez por semana fala com seu público interno e disponibiliza o Disque Presidência, o qual qualquer funcionário pode ligar para ela que ela mesma atenderá, além é claro de transparência e coerência em tudo o que é comunicado.

O exemplo de como foi feita a divulgação interna do assalto à rede de distribuição da rede, primeiramente para os colaboradores, para em seguida ser comunicada à imprensa, demonstra como na prática o valor disseminado de que eles vêm em primeiro lugar, não é apenas ‘da boca para fora’, mas realizado dia a dia por meio de atitudes.

Assim, pode-se notar que para o sucesso dos negócios é impreterível valorizar a comunicação com os funcionários, mas o investimento na comunicação interna deve refletir os valores organizacionais na prática e vir acompanhado de transparência, coerência e disponibilidade das lideranças para o diálogo. Além disso, uma gestão engajada e disponível potencializa o trabalho da área de comunicação e corrobora o quão estratégica a área é, refletindo no quão importante é cada funcionário.

 

Fonte: Administradores.com

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

Empresas Gaúchas

"15 minutos e você bem informado"

25 de maio de 2015 Escrito por: Empresas Gaúchas
Parceiros Empresas Gaúchas
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 0 Flares ×